ACOLHIMENTO POR ENFERMEIRAS NA PRODUÇÃO DO CUIDADO: INTENÇÃO OU REALIDADE?

  • Bárbara Lomanto Torres
  • Aline Silva Gomes Xavier
  • Georgia Montenegro Agra Marques
  • Silvone Santa Bárbara da Silva

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar como se dá o acolhimento, por enfermeiras, ao cidadão atendido na Emergência de um hospital público de Feira de Santana, Bahia, Brasil. Trata-se de um estudo qualitativo de caráter exploratório realizado no período de dezembro de 2014 a fevereiro de 2015, com 13 enfermeiras, 6 gestores e 13 usuários. Para a coleta de dados, utilizou-se a entrevista semiestruturada. A análise de conteúdo foi o método aplicado na análise dos dados. Os resultados mostraram o déficit de trabalhadores, a estrutura inadequada para realizar o acolhimento, bem como a inadequação da rede de atenção do município como dificuldades, enquanto que a qualificação dos trabalhadores de saúde, a atuação dos gestores e a presença do Programa de Educação para o Trabalho (PET-Saúde) foram apontadas como possibilidades. Concluiu-se que o acolhimento ao cidadão na emergência do hospital público de Feira de Santana foi identificado como uma ação tecnicista e centrada no modelo biomédico.


Palavras-chave: Acolhimento. Cuidados de enfermagem. Emergência.

Biografia do Autor

Bárbara Lomanto Torres

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Feira de Santana, Bahia, Brasil.

Aline Silva Gomes Xavier

Mestre em Enfermagem. Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Universidade Estadual de Feira de Santana. Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Docente do Departamento de Saúde da Universidade Estadual de Feira de Santana. Feira de Santana, Bahia, Brasil.

Georgia Montenegro Agra Marques

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Feira de Santana, Bahia, Brasil.

Silvone Santa Bárbara da Silva

Doutora em Enfermagem. Docente do Departamento de Saúde da Universidade Estadual de Feira de Santana. Feira de Santana, Bahia, Brasil.

Publicado
2018-08-04
Como Citar
LOMANTO TORRES, Bárbara et al. ACOLHIMENTO POR ENFERMEIRAS NA PRODUÇÃO DO CUIDADO: INTENÇÃO OU REALIDADE?. Revista Baiana de Saúde Pública, [S.l.], v. 42, ago. 2018. ISSN 2318-2660. Disponível em: <http://rbsp.sesab.ba.gov.br/index.php/rbsp/article/view/2868>. Acesso em: 19 nov. 2018. doi: https://doi.org/10.22278/2318-2660.2018.v42.n0.a2868.
Seção
Artigos originais de temas livres