PERCEPÇÃO DE ENFERMEIRAS COM DUPLA JORNADA DE TRABALHO SOBRE A SEGURANÇA DO PACIENTE

  • Natália Pereira Costa Santos
  • Vanêssa Silva Gama
  • Ellen Borges Lefundes
  • Luciano Marques dos Santos
  • Silvia da Silva Santos Passos
  • Silvone Santa Bárbara da Silva

Resumo

A pesquisa em questão é um estudo qualitativo, descritivo, cujo objetivo foi analisar a percepção sobre segurança do paciente por enfermeiras com dupla jornada de trabalho de uma unidade de terapia intensiva de um hospital público do interior da Bahia. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada com oito enfermeiros, nos meses de junho e julho de 2015, após a aprovação no Comitê de Ética em Pesquisa. Buscou-se analisar, por meio dos fragmentos de mensagens, as características, estruturas e significados transmitidos pelos entrevistados e os depoimentos foram submetidos a análise de conteúdo temática, dos quais emergiram: as percepções sobre segurança do paciente, influências da dupla jornada de trabalho na segurança do paciente e segurança do paciente condicionada pelo sistema de saúde. Os resultados indicaram que a percepção do enfermeiro com dupla jornada de trabalho sobre segurança do paciente esteve limitada a evitar riscos à saúde dos indivíduos doentes e hospitalizados. Concluiu-se que os entrevistados não se reconhecem como expostos à ocorrência de eventos adversos durante o cuidado à saúde das pessoas sob sua responsabilidade, mediante inserção em um contexto desfavorável para sua prática. A promoção de adequadas condições de trabalho configura-se como premissa básica para a promoção da segurança do paciente.


Palavras-chave: Enfermeiras e enfermeiros. Jornada de trabalho. Unidades de terapia intensiva.

Biografia do Autor

Natália Pereira Costa Santos

Enfermeira. Membro do Núcleo de Estudos em Gestão, Políticas, Tecnologias e Segurança na Saúde da Universidade Estadual de Feira de Santana. Feira de Santana, Bahia, Brasil. 

Vanêssa Silva Gama

Enfermeira. Membro do Núcleo de Estudos em Gestão, Políticas, Tecnologias e Segurança na Saúde da Universidade Estadual de Feira de Santana. Feira de Santana, Bahia, Brasil. 

Ellen Borges Lefundes

Enfermeira. Bacharel em Enfermagem. Feira de Santana, Bahia, Brasil.

Luciano Marques dos Santos

Enfermeiro. Mestre em Enfermagem. Professor auxiliar do Curso de Enfermagem da Universidade Estadual de Feira de Santana. Feira de Santana, Bahia, Brasil.

Silvia da Silva Santos Passos

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora assistente do Curso de Enfermagem da Universidade Estadual de Feira de Santana. Feira de Santana, Bahia, Brasil.

Silvone Santa Bárbara da Silva

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora titular do Curso de Enfermagem da Universidade Estadual de Feira de Santana. Feira de Santana, Bahia, Brasil. 

Publicado
2018-08-04
Como Citar
PEREIRA COSTA SANTOS, Natália et al. PERCEPÇÃO DE ENFERMEIRAS COM DUPLA JORNADA DE TRABALHO SOBRE A SEGURANÇA DO PACIENTE. Revista Baiana de Saúde Pública, [S.l.], v. 42, ago. 2018. ISSN 2318-2660. Disponível em: <http://rbsp.sesab.ba.gov.br/index.php/rbsp/article/view/2878>. Acesso em: 19 nov. 2018. doi: https://doi.org/10.22278/2318-2660.2018.v42.n0.a2878.
Seção
Artigos originais de temas livres