VIOLÊNCIA BASEADA EM GÊNERO: CONCEPÇÃO E CONDUTA DA EQUIPE DE ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA HOSPITALAR

  • Anderson Reis de Sousa
  • Adrielly Rocha Barbosa Gonçalves
  • Andrey Ferreira da Silva
  • Thiago da Silva Santana
  • Michelle Teixeira de Oliveira
  • Álvaro Pereira

Resumo

As discussões e estudos sobre violência baseada em gênero, especialmente aquela expressa e direcionada à mulher, têm sido cultivados em diferentes esferas. Este estudo teve como objetivo descrever a concepção e a conduta da equipe de Enfermagem na unidade de emergência hospitalar sobre violência baseada em gênero. Trata-se de um estudo descritivo, qualitativo, realizado na unidade de emergência de um hospital público da Bahia, Brasil. Participaram do estudo nove trabalhadoras de saúde, da equipe de Enfermagem, que, sob aspectos éticos da pesquisa, submeteram-se a entrevista individual guiada por um roteiro semiestruturado, organizadas e sistematizadas com o Software NVivo, analisadas segundo o método de Análise de Conteúdo, amparado no referencial teórico de Gênero. O estudo evidenciou que as profissionais de Enfermagem apresentaram concepções limitadas sobre o conceito de gênero, pautadas em construções sexistas, atreladas à orientação sexual, mas reconheceram a violência baseada em gênero, bem como os elementos precipitadores e intensificadores e os grupos sociais mais vulneráveis, além de terem apresentado intervenções que vão do acolhimento às intervenções clínicas e encaminhamentos. Mediante o reconhecimento do fenômeno, as profissionais de Enfermagem prestam assistência em que se destacam as intervenções clínicas características da unidade de emergência, mas também contemplando o acolhimento, notificação e encaminhamentos.


Palavras-chave: Violência baseada em gênero. Violência de gênero. Assistência de enfermagem. Atendimento de emergência.

Biografia do Autor

Anderson Reis de Sousa

Enfermeiro. Doutorando em Enfermagem. Professor Assistente da Enfermagem pela Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia. Salvador, Bahia, Brasil. 

Adrielly Rocha Barbosa Gonçalves

Enfermeira. Residente em Urgência e Emergência pela Universidade do Vale do São Francisco.

Andrey Ferreira da Silva

Enfermeiro. Doutorando em Enfermagem pela Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia. Salvador, Bahia, Brasil.

Thiago da Silva Santana

Enfermeiro. Mestre em Enfermagem. Professor Substituto da Universidade Estadual de Feira de Santana. Feira de Santana, Bahia, Brasil.

Michelle Teixeira de Oliveira

Enfermeira. Doutoranda em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual de Feira de Santana. Feira de Santana, Bahia, Brasil.

Álvaro Pereira

Enfermeiro. Doutor em Filosofia da Enfermagem. Professor titular da Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia. Salvador, Bahia, Brasil.

Publicado
2018-08-04
Como Citar
REIS DE SOUSA, Anderson et al. VIOLÊNCIA BASEADA EM GÊNERO: CONCEPÇÃO E CONDUTA DA EQUIPE DE ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA HOSPITALAR. Revista Baiana de Saúde Pública, [S.l.], v. 42, ago. 2018. ISSN 2318-2660. Disponível em: <http://rbsp.sesab.ba.gov.br/index.php/rbsp/article/view/2882>. Acesso em: 19 nov. 2018. doi: https://doi.org/10.22278/2318-2660.2018.v42.n0.a2882.
Seção
Artigos originais de temas livres