CÂNCER BUCAL E PAPILOMAVÍRUS HUMANO NA PERSPECTIVA DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE

  • Adriano Santos Sousa Oliveira Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Djanilson Barbosa dos Santos Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Juliane Kely Fagundes Silva Universidade Federal da Bahia
  • Vanessa Santos Estrela Fundação Oswaldo Cruz
  • Karla Maria Martins Brito Gama Fundação Oswaldo Cruz
  • Mirla Cristina Rodrigues de Oliveira Fundação Oswaldo Cruz
Palavras-chave: Câncer da cavidade oral, Papillomaviridae, Atenção primária à saúde

Resumo

O câncer é uma doença crônica degenerativa que acomete milhares de pessoas em diferentes idades. Entretanto, o número de casos entre jovens que não fumam nem bebem em excesso, mas praticam sexo oral sem proteção, tem crescido vertiginosamente. Isso porque o Papilomavírus Humano (HPV) está diretamente associado a cada vez mais casos de câncer. Nesse contexto, profissionais de saúde devem estar atentos à população para rastrear e tratar os enfermos. O objetivo deste trabalho foi descrever o conhecimento dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) de uma região do município de Camaçari, na Bahia, sobre câncer oral e sua relação com o HPV. Trata-se de um estudo descritivo, transversal, no qual aplicou-se um questionário previamente testado. Para a análise dos dados, foram empregados os recursos da estatística descritiva (frequência relativa e absoluta). Observou-se que 95,1% dos participantes do estudo já ouviram falar sobre câncer bucal e 85,4% já receberam informações sobre o HPV, entretanto apenas 48,8% relataram saber a associação do câncer bucal com o HPV. Apesar de 97,6% dos ACS acharem que o fumo cause câncer oral, essa porcentagem caiu ao se referir ao álcool (58,5%) e ao sexo desprotegido (63,4%), ambos como fatores etiológicos. Conclui-se que medidas de educação permanente devem ser bem executadas, a fim de possibilitar um melhor entendimento dos profissionais e o desenvolvimento de ações mais efetivas de promoção da saúde e prevenção de doenças.

Biografia do Autor

Adriano Santos Sousa Oliveira, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Cirurgião-Dentista. Mestre em Ciências da Saúde. Petrolina, Pernambuco, Brasil.

Djanilson Barbosa dos Santos, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Farmacêutico. Doutor em Saúde Pública. Professor adjunto da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.
Santo Antônio de Jesus, Bahia, Brasil.

Juliane Kely Fagundes Silva, Universidade Federal da Bahia

Cirurgiã-Dentista. Doutoranda em Saúde Coletiva do Instituto de Saúde Coletiva (ISC) da Universidade Federal da Bahia. Salvador, Bahia, Brasil.

Vanessa Santos Estrela, Fundação Oswaldo Cruz

Cirurgiã-Dentista. Mestranda em Saúde Coletiva do Instituto de Saúde Coletiva (ISC) da Universidade Federal da
Bahia. Salvador, Bahia, Brasil.

Karla Maria Martins Brito Gama, Fundação Oswaldo Cruz

Cirurgiã-Dentista. Especialista em Saúde da Família. Salvador, Bahia, Brasil.

Mirla Cristina Rodrigues de Oliveira, Fundação Oswaldo Cruz

Cirurgiã-Dentista. Especialista em Saúde da Família. Salvador, Bahia, Brasil.

Referências

Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer. O que é o câncer?. [Internet] 2020 [citado em 2017 mar 19]. Disponível em: http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=322

Stewart BW, Wild CP, editores. World Cancer Report 2014. Lyon: IARC; 2014.

Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer. Estimativa 2014: Incidência de Câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA; 2013.

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (BR). Estimativa 2018: Incidência de Câncer no Brasil. Rio de Janeiro; 2018 [citado em 2018 jun 20]. Disponível em: http://www.inca.gov.br/estimativa/2018/casos-taxas-brasil.asp

Brasil. Lei n. 13.230, de 28 de dezembro de 2015. Institui a semana nacional de prevenção do câncer bucal. Diário Oficial da União, Brasília (DF); 2015 dez. 29. Seção 1, p.1.

Quintero K, Giraldo GA, Uribe ML, Baena A, Lopez C, Alvarez E, et al. Genótipos de vírus de papiloma humano em carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço na Colômbia. Braz J Otorhinolaryngol. 2013;79(3):375-81.

Pereira KMA, Santos PPA, Rocha DAPR, Lima KC. Papilomavírus humano e câncer oral: uma revisão dos conceitos atuais. Rev odontol UNESP. 2007;36(2):151-6.

Mosele JC, Barancelli M, Silva SO, De Carli JP, Trentin MS, Linden MSS, et al. Aplicação do método PCR para identificação do HPV em carcinoma de células escamosas da cavidade bucal. Odonto. 2009;17(34):7-12.

De Martel C, Ferlay J, Franceschi S, Vignat J, Bray F, Forman D, et al. Carga global de cânceres atribuíveis a infecções em 2008: uma revisão e análise sintética. Lancet Oncol. 2012;13(6):607-15.

Brasil. Ministério da saúde. Portal da Saúde. Perguntas e Resposta sobre o HPV. Brasília (DF); 2014 [citado em 2017 mar 19]. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/leia-mais-o-ministerio/197-secretaria-svs/14373-perguntas-e-resposta-sobre-o-hpv

Oliveira LK, Ozelame SB, Dalcegio S, Philippi CK, Bueno RN, Bottan ER. Agente comunitário de saúde e a prevenção do câncer bucal. Rev Salusvita. 2012;31(2):141-51.

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria n. 2.436, de 21 de setembro de 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Brasília (DF); 2017 [citado em 2018 jun 20]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt2436_22_09_2017.html

Torres-Pereira CC, Angelim-Dias A, Melo NS, Lemos Junior CA, Oliveira EMF. Abordagem do câncer da boca: uma estratégia para os níveis primário e secundário de atenção em saúde. Cad Saúde Pública. 2012;28:S30-S39.

Pinheiro SMS, Prado FO. Situação do câncer bucal no estado da Bahia: estimativas e Perspectivas de ação. Rev Saúde Com. 2009;5(1):62-71.

Silva MRF. Avaliação epidemiológica e clínico-patológica de lesões potencialmente malignas e câncer de boca diagnosticados na estratégia saúde da família e centros de especialidades odontológicas em duas regiões do interior do Estado do Ceará [dissertação]. Fortaleza (CE): Universidade Federal do Ceará; 2012.

Bahia. Secretaria Municipal de Saúde de Camaçari. Coordenação de Vigilância Epidemiológica. Vigilância do câncer bucal: orientações sobre vigilância do câncer bucal no município de Camaçari. Informe técnico 002/2016. Camaçari (BA); 2016 [citado em 2016 dez 30]. Disponível em: http://www.camacari.ba.gov.br/portal/atencao_basica.php

Mascarenhas CHM, Prado FO, Fernandes MH. Fatores associados à qualidade de vida de Agentes Comunitários de Saúde. Ciênc Saúde Colet. 2013;18(5):1375-86.

Mialhe FL, Lefèvre F, Lefèvre AMC. O agente comunitário de saúde e suas práticas educativas em saúde bucal: uma avaliação qualiquantitativa. Ciênc. Saúde Colet. 2011;16(11):4425-32.

Silva MA, Nicolau AIO, Aquino PS, Pinheiro AKB. Conhecimento dos agentes comunitários de saúde sobre o exame Papanicolau. Rev enferm UERJ. 2013;21(esp. 2):798-804.

Barba FC. Percepção e a atuação dos ACS em relação à saúde bucal – Naviraí-MS – 2009 [dissertação]. Brasília (DF): Universidade de Brasília; 2009.

Vidal AKL, Silveira RCJ, Soares EA, Cabral AC, Caldas Júnior AF, De Souza EHA, et al. Prevenção e diagnóstico precoce do Câncer de boca: uma medida simples e eficaz. Odontol Clín-Cient. 2003;2(2):109-14.

Gomes MFP. As potencialidades do agente comunitário de saúde para ações de promoção da saúde: em foco o colegiado gestor regional de Alto Capivari [dissertação]. São Paulo (SP): Universidade de São Paulo; 2011.

Costa SM, Araújo FF, Martins LV, Nobre LLR, Araújo FM, Rodrigues CAQ. Community health worker: a core element of health actions. Ciênc Saúde Colet. 2013;18(7):2147-2156.

World Cancer Research Fund, American Institute for Cancer Research. Food, Nutrition, Physical Activity, and the Prevention of Cancer: a Global Perspective. Washington DC: AICR; 2007.

Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer. Políticas e ações para prevenção do câncer no Brasil: alimentação, nutrição e atividade física. Rio de Janeiro (RJ): INCA; 2012.

Publicado
2019-12-12
Seção
Artigos originais de temas livres