IMPLANTAÇÃO DO PROTOCOLO DE USO DAS BOAS PRÁTICAS EM ATENÇÃO AO PARTO E NASCIMENTO EM UM CENTRO OBSTÉTRICO DE FEIRA DE SANTANA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

  • Luciane Alves Ribeiro Escola Estadual de Saúde Pública da Bahia Professor Jorge Novis
  • Denise Santana Silva dos Santos Universidade do Estado da Bahia
Palavras-chave: Parto humanizado, Nascimento, Humanização da assistência

Resumo

No intuito de expandir o uso das políticas de boas práticas durante o parto e o trabalho de parto, em 1996, a Organização Mundial de Saúde (OMS) publicou um guia para atenção ao parto normal, que se trata de um conjunto de recomendações baseadas em evidências dando suporte adequado às gestantes. Compreendendo que é indiscutível a necessidade de mudança na assistência ao parto, no sentido de estimular as boas práticas comprovadamente benéficas, este artigo objetiva relatar a experiência de implantação do Protocolo Operacional Padrão (POP) de uso das boas práticas de atenção ao parto e nascimento no Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS) de Feira de Santana (BA). Trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência, referente à implantação do POP de uso das boas práticas de atenção ao parto e nascimento no HIPS, utilizando-se de um plano de ação para sensibilização dos profissionais. Após a identificação de dados relacionados ao uso das boas práticas no HIPS, verificou-se a necessidade de abordar essa temática junto às equipes e de elaborar um POP. Para isso foram realizados três momentos diferentes: sensibilização, educação e avaliação. Os resultados permitiram verificar que existia uma lacuna relacionada à efetiva aplicação das boas práticas recomendadas pela OMS e a necessidade de se trabalhar tal recomendação, fato que começou de forma tímida, mas importante.

Biografia do Autor

Luciane Alves Ribeiro, Escola Estadual de Saúde Pública da Bahia Professor Jorge Novis

Enfermeira. Mestra em Saúde Coletiva. Docente e supervisora da Escola Estadual de Saúde Pública da Bahia Professor Jorge Novis. Feira de Santana, Bahia, Brasil.

Denise Santana Silva dos Santos, Universidade do Estado da Bahia

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente assistente do curso de Enfermagem da Universidade do Estado da Bahia. Salvador, Bahia, Brasil.

Referências

Souza TG, Gaíva MAM, Modes PSSA. A humanização do nascimento: percepção dos profissionais de saúde que atuam na atenção ao parto. Rev Gaúcha Enferm. 2011;32(3):479-86.

Carvalho EMP, Göttems LBD, Pires MRGM. Adesão às boas práticas na atenção ao parto normal: construção e validação de instrumento. Rev Esc Enferm USP. 2015;49(6):889-97.

Brasil. Ministério da Saúde. Gravidez, parto e nascimento com saúde, qualidade de vida e bem-estar. Brasília (DF); 2013.

Gil AC. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo (SP): Atlas; 2010.

Marconi MA, Lakatos EM. Fundamentos de metodologia científica. 7a ed. São Paulo (SP): Atlas; 2010.

Organização Mundial da Saúde. Assistência ao parto normal: um guia prático. Saúde materna e neonatal. Unidade de maternidade segura. Saúde reprodutiva e da família. Genève; 1996.

Publicado
2020-11-24
Seção
Relato de experiências