INVESTIGAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DE COVID-19 RELACIONADA AO TRABALHO EM TRABALHADORES DE SAÚDE: EXPERIÊNCIA DO CEREST SALVADOR

  • Tiza Trípodi Marchi Mendes Secretaria da Saúde do Estado da Bahia
  • Aline Preihs Carneiro Ribeiro Secretaria Municipal de Saúde de Salvador
  • Cátia Andrade da Silva Andrade Secretaria da Saúde do Estado da Bahia
  • Patrícia Kilvia de Freitas Bastos Secretaria Municipal de Saúde de Salvador
  • Priscila Duarte de Pádua Secretaria Municipal de Saúde de Salvador
Palavras-chave: Saúde do trabalhador, vigilância epidemiológica, covid-19, doenças relacionadas ao trabalho, notificação de doenças

Resumo

A pandemia da Covid-19 trouxe cenário inédito para a saúde pública. Considerando o crescente número de trabalhadores de saúde infectados no município de Salvador, o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador Salvador desenvolveu metodologia para investigação epidemiológica da relação de casos de Covid-19 com o trabalho. Este relato apresenta estratégias e métodos desenvolvidos para investigação dos casos de trabalhadores positivos para Covid-19, com objetivo de conhecer condições de trabalho, possibilidades de contaminação, cronologia da doença, a fim de estabelecer sua relação com o trabalho. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas por telefone, coleta de informações em instrumento padronizado, sobre questões relacionadas à ocupação, hábitos, medidas de controle e prevenção, cronologia da doença e impressões sobre o adoecimento do trabalhador. As entrevistas foram realizadas com trabalhadores da saúde que constavam no banco de dados fornecido pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde de Salvador como positivos para Covid-19. Foram analisadas 2.102 investigações epidemiológicas, concluídas entre abril e agosto de 2020; destes 81,4% apresentaram-se como casos de Covid-19 relacionada ao trabalho. Dos casos investigados, 35,2% são trabalhadores da categoria de técnico/auxiliar de enfermagem, seguidos por enfermeiros com 14,0% e médicos com 7,0%. A pandemia da Covid-19 demonstra a vulnerabilidade do trabalhador em saúde, seja pelas más condições de trabalho, carência de equipamentos de proteção coletiva e individual, ou ainda pela precariedade dos vínculos trabalhistas. Identificar a relação com o trabalho e como este atua na disseminação da Covid-19 é importante para a intervenção e enfrentamento da pandemia nos ambientes de trabalho

Biografia do Autor

Tiza Trípodi Marchi Mendes, Secretaria da Saúde do Estado da Bahia

Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). Secretaria Municipal de Saúde de Salvador. Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador/Centro Estadual de Saúde do Trabalhador (Divast/Cesat). Secretaria da Saúde do Estado da Bahia. Salvador, Bahia, Brasil.

Aline Preihs Carneiro Ribeiro, Secretaria Municipal de Saúde de Salvador

Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). Secretaria Municipal de Saúde de Salvador.

Cátia Andrade da Silva Andrade, Secretaria da Saúde do Estado da Bahia

Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). Secretaria Municipal de Saúde de Salvador. Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador/Centro Estadual de Saúde do Trabalhador (Divast/Cesat). Secretaria da Saúde do Estado da Bahia. Salvador, Bahia, Brasil.

Patrícia Kilvia de Freitas Bastos, Secretaria Municipal de Saúde de Salvador

Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). Secretaria Municipal de Saúde de Salvador.

Priscila Duarte de Pádua, Secretaria Municipal de Saúde de Salvador

Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). Secretaria Municipal de Saúde de Salvador.

Referências

Koh D. Occupational risks for COVID-19 infection. Occup Med (London). 2020;70(1):3-5.

Rothan HA, Byrareddy SN. The epidemiology and pathogenesis of coronavirus disease (COVID-19) outbreak. J Autoimmun. 2020;109:102433.

Organização Pan-Americana da Saúde. Folha informativa COVID-19 (Escritório da OPAS e da OMS no Brasil) [Internet]. 2020 [citado em 2021 fev 8]. Disponível em: https://www.paho.org/pt/covid19

Bahia. Secretaria da Saúde do Estado da Bahia. Boletim Epidemiológico Covid-19 n. 1 [Internet]. 2020 mar 27 [citado em 2021 fev 8]. Disponível em: http://www.saude.ba.gov.br/wp-content/uploads/2020/03/BoletimCovid-19_n%C2%BA-01.pdf

Bahia. Secretaria da Saúde do Estado da Bahia. Boletim Epidemiológico Covid-19 n. 227 [Internet]. 2020 nov 6 [citado em 2021 fev 8]. Disponível em: http://www.saude.ba.gov.br/wp-content/uploads/2020/11/Boletim-Epidemiologico-Bahia-%E2%80%93-COVID-19_06112020.pdf

Dejours C, Abdoucheli E, Jayet C. Psicodinâmica do trabalho: contribuições da escola dejouriana à análise da relação prazer, sofrimento e trabalho. São Paulo (SP): Atlas; 2014.

Bahia. Secretaria da Saúde do Estado. Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde. Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde do Trabalhador. Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador. Orientações técnicas para a investigação e notificação de casos de Covid-19 relacionados ao trabalho. SUS/BAHIA. Nobre LCC e Castro JSM, organizadores. Salvador (BA); 2020.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. Portaria n. 1.339, de 18 de novembro de 1999.Lista de doenças relacionadas ao trabalho. Brasília (DF); 2001.

Silva LS, Machado EL, Oliveira HN, Ribeiro AP. Condições de trabalho e falta de informações sobre o impacto da COVID-19 entre trabalhadores da saúde. Rev Bras Saúde Ocup. 2020;45:e24.

Teixeira CFS, Soares CMS, Souza EA, Lisboa ES, Pinto ICM, Andrade LR, et al. A saúde dos profissionais de saúde no enfrentamento da pandemia de Covid- 19. Ciênc Saúde Colet. 2020:25(9):3465-74.

Fell A, Beaudoin A, D’Heilly P, Mumm M, Cole C, Tourdot L, et al. SARS-CoV-2 Exposure and Infection Among Health Care Personnel – Minnesota, March 6-July 11, 2020. MMWR Morb Mortal Wkly Rep. 2020;69(43):1605-10.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico Especial n. 24. Doença pelo Coronavírus COVID-19. Semana Epidemiológica 30 (19 a 25/07) [Internet]. 2020 jul 29 [citado em 2020 jan 19]. Disponível em http://antigo.saude.gov.br/images/pdf/2020/July/30/Boletim-epidemiologico-COVID-24.pdf

Rede CoVida. Saúde do trabalhador na pandemia de Covid-19: riscos e vulnerabilidades [Internet]. 2020 mai [citado em 2020 jan 19]. Disponível em: http://www.ccvisat.ufba.br/wp-content/uploads/2020/06/Relat%C3%B3rio.pdf

Helioterio MC, Lopes FQRS, Sousa CC, Souza FO, Pinho OS, Sousa FNF, et al. Covid-19: Por que a proteção de trabalhadores e trabalhadoras da saúde é prioritária no combate à pandemia? Trab Educ Saúde. 2020;18(3):1-13.

Karlsson U, Fraenkel CJ. Covid-19: risks to healthcare workers and their families. BMJ. 2020;371:m3944.

Nguyen LH, Drew DA, Graham MS, Joshi AD, Guo CG, Ma W, et al. Coronavirus Pandemic Epidemiology Consortium. Risk of COVID-19 among front-line health-care workers and the general community: a prospective cohort study. Lancet Public Health. 2020;5(9):e475-83.

Abrams EM, Szefler SJ. COVID-19 and the impact of social determinants of health. Lancet Respir Med. 2020;8(7):659-61.

Jackson Filho JM, Assunção AA, Algranti E, Garcia EG, Saito CA, Maeno M. A saúde do trabalhador e o enfrentamento da COVID-19. Rev Bras Saúde Ocup. 2020;45:e14.

Publicado
2021-04-09
Seção
Relato de experiências